Cicloturismo em Vidal Ramos

No dia 23 de setembro (sábado), por voltas das 7:30hrs, nos encontramos em frente à prefeitura de Brusque, para então seguirmos juntos a Vidal Ramos. Cada um seguiu com o seu carro e seus equipamentos particulares. Estávamos num total de nove pessoas divididos em quatro carros.

Depois de aproximadamente 2hrs e meia de estrada, chegamos em Vidal Ramos. Lá encontramos mais um casal que também faria esse trajeto conosco. Seguimos então para uma padaria no centro de Vidal Ramos, para um café. Depois de um reforçado café na Lanchonete Mirim e de nos abastecermos no mercado, seguimos para o Sítio Nossa Senhora Rosa Mística na comunidade da Lembrança.

Chegamos no sítio por volta das 11:30hrs e, depois de nos encantarmos com os animais e atrativos do sítio, montamos nosso acampamento, almoçamos e descansamos um pouco. Por volta das 14hrs, com todos já prontos, partimos para o nosso pedal vespertino. Iniciamos o pedal na localidade Cuticeira.

Logo no início do pedal, tivemos o pneu de uma das bikes furado, mas com trabalho em equipe o dano foi reparado em menos de 10 minutos. Durante o Pedal passamos por diversas árvores frutíferas e foram inúmeras paradas para degustar as amoras e ameixas que apareciam pelo caminho. Descemos a serra do Molungu, seguindo em direção ao centro e chegando então a rodovia. Nosso objetivo era chegar ao Chapéu do Sol para pegar o pôr do sol, porém já estávamos abatidos de cansaço. O sol estava escaldante, o que nos fez subir a serra na rodovia de maneira lenta. Decidimos então mudar o percurso e ao invés de seguirmos para a Pedra do Chapéu do Sol, decidimos retornar para o Sítio, passando pela comunidade da Ivernadinha, Rio Bonito. Perto já do final do percurso, um integrante do grupo começou a sofrer de câimbras e então o auxiliamos no carregar da bike e então, Aline que já conhecia o percurso, seguiu na frente para buscar o carro e auxiliá-lo na chegada até o sítio.

Chegamos ao sítio por volta das 19hrs. Lá, descansamos e tomamos um café delicioso preparado com as “delicias de mãe”, tudo feito com produtos feitos e colhidos ali no sítio. Depois de ótimos banhos e um descanso, preparamos um delicioso churrasco como recompensa daquele dia de esforços. Depois de muitas conversas e risadas, descansamos em nossas barracas.

Logo pela manhã, após um delicioso café, acompanhamos as atividades rotineiras do sítio, como tirar leite das vacas, amamentar os bezerros e alimentar as galinhas e porcos. Depois, decidimos conhecer os pontos turísticos como a pedra do Chapéu do Sol e a Cachoeira do Molungu de carro, pois muitas ainda estavam exaustos do ciclo do dia anterior. Sendo assim, ás 8h30 seguimos para a cachoeira do Molungu, depois conhecemos a Gruta de Calcário no Morro do Fachinal e por fim, a Pedra do Chapéu do Sol, no Morro do Palácio.

Depois de conhecer esses atrativos naturais de Vidal Ramos, voltamos para o sítio. Já era 11h45, por isso chegando ao sítio almoçamos, desmontamos o acampamento, organizamos os carros e retornamos para Brusque. Chegamos em Brusque, por volta das 16hrs.

Por: Tiago Mafra

1 comentário em “Cicloturismo em Vidal Ramos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: